24 de jun de 2010

IAN WRIGHT


Ian Wright é um daqueles artistas com a capacidade de criar em qualquer situação. Não importa se a caneta parou de funcionar, se o lápis quebrou ou se a tinta está velha demais, porque, para as composições do inglês, qualquer material pode servir de matéria-prima.

Buttons, alfinetes, pedaços de papel rasgado e pincéis de maquiagem são apenas alguns dos objetos usados em suas obras que, quando agrupados, seguindo um rascunho prévio, formam rostos de personalidades.

Não lembra o trampo do Vik Muniz? Tirem as suas próprias conclusões...










Nenhum comentário:

Postar um comentário