31 de mar de 2010

FINOK

O universo do cartoon é uma das inspirações do grafiteiro Finok, que pinta nas ruas de São Paulo desde 2002. Para ele, o "cartoon é uma forma simples de desenhar, mas com muito estilo". Finok, 23 anos, começou a grafitar olhando incialmente para a pichação, segundo relata


CONEXÃO REPÓRTER - REPORTAGEM COMPLETA











25 de mar de 2010

FLAGRANTES IMPRESSIONANTES DE PICHAÇÕES


O Conexão Repórter desta quinta, 25 de março, a partir das 22h15, vai mostrar o dia-a-dia dos pichadores. Eles são odiados pela população, sujam as paredes com frases desconexas e ininteligíveis, mas chamam o que fazem de arte.

Roberto Cabrini e sua equipe acompanharam a vida dos pichadores e passaram madrugadas investigando como eles agem. As câmeras do Conexão Repórter registraram flagrantes impressionantes das ações de quem desafia a polícia e arrisca sua vida em nome do que chamam de prazer.

Ainda, moradores revoltados e depoimentos controversos sobre pichação. Crime, vandaslimo,arte?

OBS: TEXTO RETIRADO DO PRÓPRIO SITE DO SBT

GRAFFITI GANGS IN SP!

Segue abaixo um vídeo gringo sobre a pixação no Brasil feito para uma TV na alemã:


24 de mar de 2010

RESPOSTA - ATAQUE AO MURAL DE GRAFFITI MAIS FAMOSO DE SP!

Depois do ataque ao painel de graffiti tido como mais famoso e importante da cidade de São Paulo , Djan (CRIPTA), responsável pela pixação do mural, postou em seu blog a razão e os motivos pelos quais cometeu tal ato. Segue abaixo os textos na íntegra e duas fotos da acão:

20/03/2010
PRIMEIRA RESPOSTA

"200,000,00 R$ mil em maquiagem e a cidade em calamidade.
A pixação não tem obrigação de respeitar qualquer tipo de expressão que não seja feita na rua de forma ilegal, no movimento um respeita o pixo do outro porque todos correm o mesmo risco para deixar sua marca, mas a disputa na rua vem se tornando covarde por uma pequena parte dos Grafiteiros, principalmente aqueles que obtiveram reconhecimento internacional por suas técnicas de ilustração, esses acabaram se aliando ao dono do muro empresário e Prefeito e deixaram totalmente de pintar na ilegalidade.
Essa parceria só é benéfica para Grafiteiros que fazem painéis autorizados pela prefeitura, dessa forma com apoio do Estado esses Grafiteiros aproveitam para também fazer Grafites supostamente ilegais, já que têm grana e o apoio da prefeitura, já os Grafites ilegais de quem não têm vinculo com a prefeitura são apagados sem nenhuma objeção, e se esses Grafiteiros forem pegos pintando vão para a delegacia assinar um processo criminal sem chance de se explicar.

A prefeitura de São Paulo gastou nesse painel da Avenida 23 de maio cerca de (R$ 200 mil) entre gastos com tinta e cachê para os grafiteiros, sem contar o gasto com verniz anti pixação que facilitou a limpeza do muro, removendo os pixos em cinco horas após a ação, na mesma madrugada a prefeitura mobilizou uma equipe com dois guindastes para limpar o painel, engraçado que no Jardim Pantanal bairro pobre da Zona Leste o Prefeito KASSAB demorou mais de um mês para tomar uma providencia em relação às enchentes que o bairro sofreu e continua sofrendo sempre que chove sem contar vários outras necessidades que a cidade tem.

Não tenho nada contra um artista que ganhar dinheiro com sua arte, mas se o KASSAB quer pagar todo esse dinheiro com enfeites para a cidade que seja do seu próprio bolso e não com dinheiro publico, a cidade tem varias outras necessidades, um painel de Grafite não tem utilidade nenhuma a não ser de enfeitar, e do que adiante pintar um local que cheira a bosta e urina humana, onde pessoas dormem na rua convivendo com ratos e baratas.

Vejo muitos Grafiteiros e Pixadores que preferem babar ovo a encarar a verdade, dizendo que temos que nos unir, mas como se unir com pessoas que estão ligadas ao poder publico e a policia, em quanto uns pintam de noite e correm da policia, outros pintam de dia ganhando cachê e com apoio da sociedade hipócrita de burgueses elitistas.

Às vezes o único caminho para a paz é a guerra, e se assim não for o PIXO vai pegar, sem trocadilhos."(DJAN - CRIPTA)


23/03/2010
SEGUNDA RESPOSTA

"Enganam-se quem pensa que só temos um motivo para atropelar esses VERMES, essa turma de safados OS GEMEOS – NUNCA – ISE e os chupa saco que vem atrás alem de correr com o KASSAB já vem explorando a estética da pixação com fins lucrativos há muito tempo, quando eles perceberam que a Pixação estava em alto no meio artístico Europeu começaram a usar letras de pixos em seus trabalhos, marcas de roupa como NIKE e camitas que vendem na loja GRAPIXO que o próprio nome já é sugado da Pixação, não teria problema nenhum nessa apropriação se algum desses VERMES fossem Pixador, seria mais do que justo, se alguém é merecedor de ganhar alguma coisa com a Pixação são aqueles que sempre derem o sangue nas ruas.
E pra que uns caras que já ganham dinheiro com seus trabalhos de Graffiti ilustração ou como quiserem chamar estão explorando algo do qual eles nunca fizeram parte, o babaca do NUNCA diz por ai que era Pixador, alguém se lembra dele no Point? Ou já viu algum pixo dele? Diz ele que pixava AFIRMA, perguntei para o LIN e outros manos dos RGS e ninguém se lembra dele, desculpa esfarrapada de um verme safado que só quer lucrar nas custas do movimento.

Roupas pra Nike com letra de Pixo – NUNCA.
http://nicekicks.com/2010/02/nunca-x-nike-sportswear-team-brazil-pack/

Loja da Nike em Los Angeles USA – OS GEMEOS
http://www.flickr.com/photos/mikelin/8596930/in/set-213494/

Eu até me envergonho de um dia ter me vinculado com esses VERMES, quem assiste os DVDs 100Comédia até vai se perguntar, “Porra o DJAN não corria com eles?”, eu até corria até abri os olhos pra verdade, nunca é tarde pra isso irmãos, quando percebi que o interesse dos VERMES era só em se vincular com a Pixação para se promoverem como transgressores e descobridores do movimento cortei o nó pela raiz, o primeiro passo foi atropelar o painel do SESC na Rua 24 no centro, até então eles vibravam com os ataques, dizendo que nos éramos geniais, e que tínhamos que atropelar os painéis de Graffiti autorizados mesmo, mas como diz o velho ditado “pimenta no dos outros é refresco”, foi só meche com eles que a mascara caiu, assim que souberam que foram atropelados começou a choradeira, “Por que nos? Somos os únicos que representam o Graffiti no Brasil”.

Quando se escolhe o caminho da verdade não se pode poupar nem passar pano pra ninguém, o foda é que eles continuam babando o ovo de alguns Pixadores dando latinhas e fazendo algumas palhaçadinhas na rua, e tem Pixador que se ilude, quer falar que a Pichação e o Graffiti sempre existiram respeito, que respeito? Quando apagam uma agenda de Pixo para entrar o Graffiti autorizado qual deles se opõe, e a culpa nunca é de ninguém, a desculpa é, “A dono da casa que me chamou A foi a prefeitura que apagou”, então se continuar assim um dia vão começar a autorizar os picos, laterais, topos de prédios como já anda acontecendo, e por que temos que respeitar um espaço que não foi conquistado de forma ilegal?

Quero deixar claro uma coisa, não tenho nada contra o Graffiti como forma de expressão, o problema é a conduta de alguns Grafiteiros que se acovardaram na disputa por espaços na rua, vê se já atropelamos algum Graffiti ilegal, a questão é quando a disputa ficar justa ai sim pode haver paz, em quanto isso não mudar vou continuar atropelando esses vermes, eu escolhi não ficar em cima do muro e correr somente pela a Pixação, espero que mais pessoas abram os olhos para a verdade e façam a sua parte.VIVA A PIXAÇÃO."(DJAN - CRIPTA)




21 de mar de 2010

OSGEMEOS NO MAM

Os irmãos Otávio e Gustabo Pandolfo trabalham em um mural externo do Museu de Arte Moderna no Parque do Ibirapuera, algumas fotos do trabalho por Marco Marquesi :
















obs:desculpem a baixa quantidade de posts, estou sem tempo , entretanto meus parceiros tem se esforçado para trazer novidades.

16 de mar de 2010

PROJETO 6 E MEIA!

Nesse post, vão algumas fotos do Projeto 6 e Meia. O trabalho deles consiste em pintar bueiros, postes, tampas de esgoto e qualquer outro objeto que construa o cenário urbano paulistano. Vale a pena dar uma olhada!















11 de mar de 2010

SHEPARD FAIREY

Segue abaixo um vídeo da confecção de um de seus cartazes, um trabalho totalmente manual, de aplicações e sobreposições de jornal, tinta spray, cola, etc. O resultado final é impressionante.

MENTALGASSI!

Sempre sem mostrar seus rostos, o Menatalgassi, um grupo de artístas urbanos alemães, faz diferentes intervenções em postes, máquinas de tíquetes de estacionamento, paredes e placas de trânsito das ruas de Berlin, com fotografias vívidas aplicadas em cartazes de rua – "os lambe-lambes". Como o próprio grupo define, Mentalgassi faz arte urbana para abrir os olhos das pessoas:










9 de mar de 2010

MAIS UMA POSSIVEL FOTO DE BANKSY


A foto é antiga, de 2008, e clicada pela BBC/Folha de São Paulo, onde o jornal britanico diz ter descoberto a identidade de Banksy.

BIENAL DE GRAFFITI EM SÃO PAULO

Banksy é prioridade da Bienal, mas será que ele vem?

Foi o talento de jovens que insistiram em colorir os muros da cidade, à revelia de tudo e de todos, que colocou São Paulo no mapa da arte de rua. Hoje, nas ruas ou nos museus, a capital paulistana é referência mundial quando o assunto é arte urbana. O sucesso dessa trajetória ganha agora um novo capítulo com o projeto da 1 ª Bienal Internacional de Arte de Rua de São Paulo (BIAR), prevista para acontecer no segundo semestre de 2010.

O evento DEVE reunir sob um mesmo slogan - O da Arte de Rua - como várias linguagens estéticas da urbe: os o grafite, o "pixo", Autocolantes (adesivos) e os lambe-lambes. A idéia é instituir nenhum calendário cultural da cidade uma grande mostra que celebre essa produção contemporânea Periodicamente

A BIAR Pretende explorar a história do grafite e expor painéis, vídeos e instalações no prédio que sediará o MAC (Museu de Arte Contemporânea) n. Ibirapuera (antigo Detran). Ao mesmo tempo, o evento quer pulverizar trabalhos de artistas do Brasil e do mundo pela cidade, do centro às periferias de São Paulo.


"Serão convidados 50 artistas para expor trabalhos no museu e fazer Intervenções por São Paulo", explica Rui Amaral, Artista, idealizador dos curadores e um do evento. "O espaço de dentro é o da reflexão E. Que para aquilo produzido externamente é para ser deixado na cidade", ele conta. "A Bienal termina, mas permanecem os trabalhos."


Banksy, O italiano grafiteiro britânico que se consagrou como o artista de rua mais famoso da atualidade, e o Blu são convidados Prioridade na lista dos internacionais. "O tamanho da Biar, no entanto, vai depender do Montante de recursos captados", diz Amaral, dos Pioneiros ele mesmo fazer um grafite Nacional, Cujo traçado colore de azul, branco e amarelo o "Buraco da Paulista Os anos" desde, 80 até os dias de hoje.


Fazem parte do corpo curatorial da BIAR Amaral, Celso Gitahy, Artista e autor de "O Que É Graffiti", da Coleção Primeiros Passos (Ed. Brasiliense), e os grafiteiros Binho Ribeiro, Ozi, Samir Dib, Tikka Meszaros e Tinho.




BANKSY X ROBBO - GRAFFITI WAR

Banksy e Robbo entraram numa rivalidade, que está mechendo com a cena urbana de Londres.

A briga começou quando o sempre polêmico Banksy “atropelou” um trabalho intocado a mais de 25 anos de Robbo, um lendário grafiteiro inglês. Após o “atropelo” de Banksy, o artísta Robbo retornou ao local e deixou a escrita “KING ROBBO” como se o personagem de Banksy tivesse feito. Segue abaixo algumas fotos e um vídeo sobre a treta.

O graffite original de Robbo


A intervençã de Banksy


A resposta de Robbo




Antes



Depois



Antes



Depois





Vídeo sobre a "guerra"

2 de mar de 2010

NOVO POINT JUNDIAÍ

Sabadão, dia 6, vai rolar o novo point em Jundiaí, quem quiser colar o encontro começa às 22 hrs, na Praça do Feio!