18 de mai de 2010

POSTER BOY ACIMA DE BANKSY ?


Após a mega noticiada passagem de Banksy por NY,com fotos de seus trabalhos por chinatown e soho, outro personagem reaparece, Poster Boy. Ele vem tomando manchetes a mais de um ano. Conhecido como “Matisse of subway-ad mash-ups" por ter como instrumento apenas um navalha, com objetivo anti-consumista, seu trabalho começou como um mero passatempo, tomando proporções ao descobrir a diversidade de idéias que poderiam surgir a partir da modificação de um anúncio, redesenhados como “mash-up” bem humorados.

Ele compara a criação do cartaz" mash-ups "com hip-hop " freestyling " num microfone. Ele não tem noções pré-concebidas do que o trabalho será ("Eu não tenho nada planejado... vou lá, ver alguma coisa, se inspirar e fazer o trabalho" ), mas utiliza as imagens disponíveis, muitas vezes de uma maneira que diz respeito à eventos atuais. Relatadas no vídeo abaixo:



Ele caracteriza sua obra como "a social thing”, “ao contrário de ser um artista fazendo coisas para gente rica entediada para pendurar acima seu sofá.” "Eu quero que ela seja livre de direitos autorais e livre de autoria, tanto quanto possível." O objetivo de Poster Boy é inspirar os outros. “Eu adoraria ver as pessoas repetirem o modelo Poster Boy e criar mudanças dentro de seu ambiente." Seu trabalho é transitivo constantemente rasgados pelos empregados MTA(metrô de NY), porém registrado em fotografias. Fotos da maioria de seus trabalhos apresentados no Flickr . O trabalho inicial Poster Boy era tudo ilegal e afirmou "eu não quero fazer nenhum dinheiro fora dele. . Eu não quero trazê-la nas galerias.

Poster boy chamou atenção realizando trabalhos com pessoas como AAKASH NIHALANI, além de outras diversas inspiradas pelo seu trabalho.

Na noite de 30 de janeiro de 2009, policiais à paisana flagram “Poster Boy” após um denuncia em uma rua de galerias no Soho. Capturado Henry Matyjewicz, 27anos estudante de arte, indiciado por vandalismo. Entretanto o garoto capturado não aceitou a proposta de assumir a identidade em troca de horas de trabalho comunitário, relatanto hora ser, hora não ser “Poster Boy” e em seguida começaram a surgir varias manifestações, demonstrando que ele tinha alcançado muitos seguidores e colocando em contradição se aquele preso seria o original.O The New York Times relatau um telefonema de “Poster Boy” dizendo que o homem que foi preso "é uma das muitas pessoas que acreditam no “Poster Boy moviment”, a Adbusters (espécie de organização canadense anti-consumista com intensão de retorcer mensagens de várias espécies de anúncio) site observa que "Fontes próximas ao artista afirmam que há, de fato, vários" Poster Boys “ que atualmente estão engajados no projeto. " Em uma entrevista após a prisão, Henry Matyjewicz disse que "Eu sou um artista inspirado no que está acontecendo com o movimento Poster Boy".
Chegando aos últimos acontecimentos, “Free Henry!”, [-POSTER BOY], sobre os trabalhos do banksy mundialmente conhecido porém anônimo assim como Poster Boy, despertando a curiosidade das pessoas já que Henry está preso, quem escreveu sobre Banksy?




Os trabalhos de Banksy também foram atropelados por outras pessoas:

(Omar NYC)


(Omar NYC, a tag "Robbo Team" se refere a uma briga entre o antigo grafiteiro londrino Robbo,o qual foi atropelado por banksy em um de seus trampos aqui)


(Smart Crew)

fonte:(gothamist)

Nenhum comentário:

Postar um comentário